Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Boa Vista do Cadeado, Quarta-feira, 03 de Março de 2021 Telefone (55) 3643-1076

Atendimento Atendimento: Horário de atendimento: 8h às 12h | 13h às 17h

Ter
02/03
28 °C
19 °C
Índice UV
11.0
Quar
03/03
27 °C
20 °C
Índice UV
11.0
Quin
04/03
25 °C
20 °C
Índice UV
11.0
Sext
05/03
24 °C
20 °C
Índice UV
11.0

HISTÓRIA DO MUNICÍPIO

O processo de ocupação do Distrito de Boa Vista do Cadeado começou em 1876. Em 1886 quando João Raimundo Silva e Cândida Prates da Silva adquiriram a sede da fazenda de Maria Tereza Barbosa de Jesus, a mesma usava um enorme e descomunal cadeado em sua porteira. 
Tornando-a fazenda do cadeado Bússola aos colonizadores de Dr. Pestana (1870) e Ijuí.

Passagem obrigatória desta região denominando inclusive de Serra do Cadeado. Após a morte de 
seu esposo manuel Moreira de Barros um dos fundadores de Cruz Alta (1822).

Ao vender sua fazenda mudou-se para Lagoa Vermelha, e o casal Gabrielense permaneceu no Grande Cadeado. "Boa Vista", o povoado cresceu em uma bela colina que do alto,enxergava quilômetros de distância a paisagem era digina de uma "boa vista". 

Nasce em 1920, Boa Vista do Cadeado. 

Em 1848 falece João Amaro na Boa Vista e João Raimundo no Cadeado, sem realizarem seu sonho de construir uma escola aos habitantes da vila. Iracema Lopes da Silva, em 1957, com a ajuda de seu genro Rosber Brandão concretiza o sonho construindo a primeira escola estadual em zona rural, "Escola Estadual Dr. João Raymundo".

Historicamente a área territorial da cidade foi fração de terras primitivas do Brasil imperial e Distrito mais antigo das missões.

Sua tradição histórica foi marcada por lutas entre colonizadores portugueses e espanhóis, na disputa pelo continente. Sua conquista política na evolução história da expansão territorial portuguesa. 

A região dos pampas riograndenses, entre elas, o antigo território indígena aqui constituído, esteve presente em numerosos fatos e situações conflitantes entre portugueses e espanhóis, ainda antes do período colonial e, depois das frentes de expansaão e missões religiosas.

A despeito de ter sido um divisor de águas para as comunidades indígenas, somente o Tratado de Santo Idelfonso, efetivamente estabeleceu os limites aceitos ao de Madri, firmando com território português a região que hoje é chamada de Boa Vista do Cadeado. 

 

Formação Administrativa 

Elevado à categoria de município com a denominação de Boa Vista do Cadeado, pela Lei Estadual nº 10739, de 16-04-1996, desmembrado de Cruz Alta, Ijuí e Augusto Pestana. Sede no antigo Distrito de Cadeado, atual Boa Vista do cadeado. Constituído do Distrito Sede. Instalado em 01-01-2001. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001. 

Em Lei Municipal sob nr. 052/2001 datada de 05-06-2001 Criou os seguintes distritos: BOA VISTA (Sede), CADEADO, FAXINAL, PONTE QUEIMADA, CAPELA, FORMIGUEIRO e RINCÃO DO TIGRE.

 

População estimada 2015 (1) 2.523

População em 2010: 2.441

Área da unidade territorial (km²): 700,533

Densidade demográfica (hab/km²): 3,48

Código do Município 4302220

Gentílico: Cadeadense

Todos Contra o Coronvavirus

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS